Publicaremos periodicamente "trechos" do arquivo de Chiara Lubich para
  oferecer, também hoje, uma possibilidade de contato com esta mulher
  extraordinária..

Imprimir

Como crescer na união com Deus

Seoul, 2 de janeiro de 1982

Para realizar plenamente a nossa humanidade, Chiara nos indica dois caminhos que estão na base de qualquer crescimento

Chiara, sinto que, quando rezo, quando faço meditação ou quando amo os outros, não consigo fazê-lo tão profundamente como deveria. O que fazer para poder adquirir uma unidade verdadeiramente profunda com Deus?

No fundo o que você quer saber é como adquirir uma autêntica união com Deus.
Olhe: a estrada é dupla: eu encontrei dois caminhos para chegar a este resultado. O primeiro é abraçar a cruz e a cruz significa ir em profundidade.

Imprimir

Escolher Deus no caminho da unidade

Mollens (CH), 11 de agosto de 1987

Duas mulheres, dois carismas, mas uma única raiz: a escolha de Deus.

Então, querem uma palavra de conclusão, que é aquela que dizemos sempre no dia de santa Clara.
Quando éramos jovens como vocês, como a maioria aqui, sempre nos impressionou muito uma frase que santa Clara disse a são Francisco, quando são Francisco praticamente a arrastou pelo seu caminho.

Imprimir

Perdoa ao próximo que te prejudicou ...

Roma ("Città Nuova"), 25 de julho de 2002

Comentário sobre a Palavra de Vida:

Perdoa ao próximo que te prejudicou: assim, quando orares, teus pecados serão perdoados (Eclo 28,2).

Esta Palavra de Vida é tirada de um dos livros do Antigo Testamento, escrito entre os anos 180 e 170 antes de Cristo por Ben Sirac, um sábio, um escriba, que exercia sua função de mestre em Jerusalém. Ele ensina um tema muito estimado em toda a tradição sapiencial bíblica: Deus é misericordioso para com os pecadores e o seu modo de agir deve ser imitado por nós.
O Senhor perdoa todas as nossas culpas porque “é misericordioso e compassivo, lento para a cólera e rico em bondade” (cf. Sl 102[103],3.8).

Imprimir

Mensagem de Chiara aos familyfest '93

Palaeur (Roma), 5 de junho de 1993

A família: quanta riqueza Deus colocou neste tesouro para toda a humanidade.

Uma saudação calorosa a todos os presentes no Palaeur de Roma, às famílias reunidas nas 500 jornadas nos cinco continentes, interligadas conosco, e a todos os que assistem ao Family Fest através da rádio e da televisão.
Estamos às portas do terceiro milênio. A família, cada família, pode se tornar protagonista desta era. Criada por Deus, como obra-prima do amor, a família pode inspirar linhas mestras que contribuam para mudar o mundo de amanhã. (...)

Chiara Lubich

Texto

Imprimir

"Abba, Pai!"

Rocca di Papa, 9.3.89

Uma síntese da oração cristã: penetrar no coração de Deus

Caríssimos

Jesus rezava, rezava a seu Pai. Para Ele, o Pai era "Abba", isto é, papai, paizinho, a quem Ele se dirigia com palavras de infinita confidência e amor sem fim.
Jesus rezava ao Pai, permanecendo no seio da Trindade da qual Ele é a segunda Pessoa divina.
Foi justamente através dessa oração muito especial que Jesus revelou ao mundo quem realmente Ele é: o Filho de Deus.