Publicaremos periodicamente "trechos" do arquivo de Chiara Lubich para
  oferecer, também hoje, uma possibilidade de contato com esta mulher
  extraordinária..

Imprimir

"Abba, Pai!"

Rocca di Papa, 9.3.89

Uma síntese da oração cristã: penetrar no coração de Deus

Caríssimos

Jesus rezava, rezava a seu Pai. Para Ele, o Pai era "Abba", isto é, papai, paizinho, a quem Ele se dirigia com palavras de infinita confidência e amor sem fim.
Jesus rezava ao Pai, permanecendo no seio da Trindade da qual Ele é a segunda Pessoa divina.
Foi justamente através dessa oração muito especial que Jesus revelou ao mundo quem realmente Ele é: o Filho de Deus.

Imprimir

O Pacto de 16 de julho de 1949

Montet (Ch), 15 de agosto de 2001

O “pacto”, fundamental na experiência de Chiara, pode, hoje como outrora, abrir amplamente o Reino de Deus entre nós (Cf. Lc 17,21)

(…)
Estamos em 1949 e eu escrevi:
«O nosso Movimento tinha nascido há cinco anos e já tínhamos compreendido e assimilado alguns pontos fundamentais da sua espiritualidade, por exemplo, Deus Amor, a vontade de Deus, ver Jesus no irmão, o mandamento novo, Jesus Abandonado, Jesus no meio, a unidade (...)

texto

Vídeos en italian

Imprimir

O caminho para a liberdade

Palaghiaccio (Marino), 12 de junho de 1992

O amor pela verdade conduz à verdadeira liberdade

Notamos que você vive uma verdadeira liberdade. Todos nós a desejamos. O que é para você a liberdade e como fazer para possuí-la e vivê-la no mundo de hoje? Pois há muitos perigos, muitas ocasiões para nos apegarmos às coisas, às pessoas, a nós mesmos, ao nosso orgulho, à nossa preguiça de fazer alguma coisa. Como fazer?

Normalmente a liberdade é definida assim: é escolher entre o bem e o mal. Mas eu prefiro outra definição: a liberdade é ir cada vez mais na direção do bem. Quanto mais vamos rumo ao bem mais somos livres.

Imprimir

Eu vos digo mais isto: se dois de vós estiverem de acordo, na terra ...

Roma, 25 de agosto de 1981

Comentário sobre a Palavra de Vida1:

Eu vos digo mais isto: se dois de vós estiverem de acordo, na terra, sobre qualquer coisa que quiserem pedir, meu Pai que está nos céus o concederá. Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou ali, no meio deles. (Mt 18,19-20)

A meu ver, esta é uma das frases de Jesus que fazem exultar o coração. Quantas necessidades existem na vida, quantos desejos lícitos e bons que você não sabe como realizar, que não pode satisfazer!
Você está profundamente convencido de que somente uma intervenção do Alto, uma graça do Céu, poderia proporcionar-lhe o que você almeja com todo o seu ser. E então, com esplêndida clareza, com uma certeza adamantina, você ouve o próprio Jesus lhe repetir as palavras promissoras e cheias de esperança:

Imprimir

Chiara responde às crianças: Como é o Papa?

Castel Gandolfo, 18 de junho de 1988

 Uma catequese de Chiara às crianças sobre o primado do amor de Pedro e dos seus sucessores. Extrai da Sagrada Escritura e da sua experiência pessoal.

"Como é o Papa? Ele tem amor no coração?".

 Chiara: Ela sabe que eu vi o Papa diversas vezes, e por isso me pergunta: "Como é o Papa?". Olhem, o Papa é uma pessoa especial pelas suas qualidades humanas, pois sabe muitas línguas, fala quase todas as línguas; é muito forte, viaja muito sem se cansar ou quase e também é muito inteligente e estudioso. Mas não só, o que tem de mais bonito é que o seu coração é capaz de amar mais do que todas, todas as pessoas do mundo. Por quê?