Castel Gandolfo, 18 de junho de 1988

É a pergunta que uma menina faz a Chiara Lubich durante um congresso e Chiara fala do seu ‘segredo’ e dos frutos que se recolhem quando se ama a dor.

(…) "Como você vive o seu dia, na dor ou na alegria? Em especial, o que faz quando não está contente?"

Chiara: Praticamente ela me pergunta o que faço quando não estou contente. É uma coisa  importantíssima, devem saber isso de cor. (…) 

Quando não estamos contentes devemos ir ao fundo do coração e dizer a Jesus: "Olhe Jesus, eu sinto esta dor, mas você também experimentou o que é a dor. Sou feliz por ser como você. Ofereço a você esta dor".

E depois é preciso começar imediatamente a amar os outros e se sente que a dor desaparece, que Jesus levou embora a nossa dor, como se fosse um embrulho.

gen4dolore11Vejam o slide: ali está um menino meio triste, parece-me; porém ofereceu a dor, entrou dentro de si e disse: "Jesus, sinto esta dor mas também você sofreu, então fico feliz em poder dar esta dor a você".

Olhem ali Jesus que leva embora a dor porque o menino começou a amar gen4dolore22e a dor passou. 

 

 

texto

correio

Contact Icon

Muitas pessoas, em muitos lugares, se encontraram com Chiara. Ficaríamos agradecidos a todos aqueles que nos mandarem recordações, documentos inéditos, fotos...
clique e nos envie

quem está online

Temos 156 visitantes e Nenhum membro online

na livraria

libro folonari-2012

login staff

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.