Rocca di Papa, 1 de junho 1972

Era o dia 24 de janeiro de 1944 quando Chiara Lubich descobriu aquele que se tornaria um ponto chave da espiritualidade da unidade: Jesus que experimenta na cruz o abandono do Pai, expressão máxima do amor. A experiência narrada neste trecho da conversação testemunha o relacionamento imediato e íntimo que marca cada encontro de Chiara Lubich, nas infinitas nuances da dor, com Jesus Abandonado.

Lubich

 

correio

Contact Icon

Muitas pessoas, em muitos lugares, se encontraram com Chiara. Ficaríamos agradecidos a todos aqueles que nos mandarem recordações, documentos inéditos, fotos...
clique e nos envie

quem está online

Temos 141 visitantes e Nenhum membro online

na livraria

libro folonari-2012

login staff

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.