Em 3 de julho de 2021, a cidade italiana de Cortona nomeará uma escada rolante e comemorará o compromisso civil e político de Spartaco Lucarini, um político, escritor e jornalista que foi um dos primeiros focolarinos casados.  

“Este ano marca o centenário do nascimento de Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares. Em todo o mundo, uma série de eventos são planejados para lembrar esta grande mulher do século XX. Cortona também se lembrará dela nomeando a mais moderna estrutura de acesso à cidade, as escadas rolantes, a um de seus filhos preferidos: Spartaco Lucarini, um dos primeiros focolarinos casados. Spartaco amava muito sua cidade de origem”. Com estas palavras Walter Checcarelli, presidente da Associação Cortona Cristã, um dos promotores da iniciativa, explicou ao jornal local “L’Etruria.it” a homenagem que Cortona prestará a Spartaco Lucarini, escritor, político e homem de cultura.

A cerimônia de nomeação das escadas rolantes ocorrerá no dia 3 de julho de 2021 às 10h30h (horário da Itália). Após haverá uma reunião no Teatro Signorelli de Cortona, para lembrar Lucarini e seu compromisso social no cenário político e cultural dos anos 900.

Lucarini nasceu em Cortona em 6 de maio de 1924. Em sua cidade sempre esteve comprometido social e civilmente, foi Vereador Municipal e um dos fundadores do Conselho de Turismo e da Exposição Nacional de Móveis Antigos. Conheceu o Movimento dos Focolares em 1949, através de Silvana Veronesi, uma das primeiras companheiras de Chiara Lubich quando ambos estavam estudando em Florença.

Foi um dos primeiros focolarinos casados, junto com Igino Giordani e Danilo Zanzucchi. Foi um colaborador de Chiara Lubich e foi ela quem sugeriu a Spartaco e sua esposa Iolanda (conhecida por todos como Lalla) Castellani que se mudassem com seus cinco filhos de Cortona para Roma, para trabalhar na sede internacional do Movimento dos Focolares.

Spartaco dirigiu a revista Città Nuova por vários anos. Contribuiu ainda para o desenvolvimento dos Movimentos “Famílias Novas” e “Humanidade Nova” e para o crescimento da cidadela internacional de Loppiano (Incisa e Figline em Valdarno-Itália), em particular para o nascimento da cooperativa agrícola e da escola internacional para as famílias que lá vivem.

Anna Lisa Innocenti